26 de Dezembro de 2007

Da minha querida cunhada





É urgente fazer amor.
É urgente continuar a amar.

É urgente mimar as crianças,
e os miminhos da Zélia
lhes dar.


Sem comentários: